Vida saudável

Marcelo Rezende abandonou a quimioterapia; médicos e amigos foram contra

Eduardo Anizelli/Folhapress
Marcelo Rezende, em julho de 2014, durante entrevista para o jornal "Folha de S. Paulo", na TV Record, em São Paulo Imagem: Eduardo Anizelli/Folhapress

Gabriela Ingrid

Do UOL, em São Paulo

16/09/2017 19h19

O jornalista e apresentador Marcelo Rezende morreu neste sábado (16). Ele vinha lutando contra um câncer no fígado e no pâncreas. A informação foi confirmada pela Record e noticiada no "Cidade Alerta", programa que ele comandou durante seis anos.

Tem alguma dúvida sobre a saúde do seu corpo? Mande sua pergunta para o e-mail pergunteaovivabem@uol.com.br que nós encontraremos os melhores especialistas para respondê-la.

No início deste mês, Rezende voltou a ganhar destaque por causa da controversa (e criticada) decisão de abandonar a quimioterapia. “O câncer que eu tenho tem altos e baixos, é como uma montanha-russa, mas o importante é que eu estou firme. E aí a cura vai chegar”, disse à época, em um vídeo publicado em sua conta no Instagram.

Desde que descobriu os tumores, em maio, o jornalista usou seu perfil na rede social para comentar sua rotina em relação à doença e recebeu críticas por conta de suas opções de tratamento. Em junho, por exemplo, ele fez um vídeo dizendo que desistiu da medicina tradicional para tratar o câncer. Em outra ocasião, chegou a dizer: “Foi a melhor decisão que eu tomei”.

Segundo uma pessoa muito próxima ao apresentador, que pediu anonimato, Rezende teria optado por abandonar a quimioterapia e realizar um tratamento alternativo, baseado na dieta cetogênica, após sofrer com os efeitos colaterais. Difundida no Brasil pelo cardiologista, nutrólogo e autor de livros de autoajuda Lair Ribeiro, essa dieta que o jornalista seguiu é rica em proteínas e gorduras. Sem carboidratos, visa "matar as células de fome", reduzindo o fornecimento de glicose às células de seu corpo.

Reprodução/Instagram
Marcelo Rezende apareceu abatido em um dos últimos vídeos que postou em seu Instagram Imagem: Reprodução/Instagram
Amigos disseram para Rezende não deixar o tratamento

No início do mês, Milton Neves fez um apelo ao apresentador para que ele voltasse a fazer tratamento tradicional: "Amigo Marcelo Rezende, dá muito trabalho para fazer um médico! Por favor, volte pro hospital e ajude Deus a te ajudar! Ele e nós te pedimos”.

O cantor Latino também questionou a decisão do apresentador. Em sua conta no Instagram, escreveu: "Por que você não acredita na medicina do homem, meu conterrâneo? [...] Eu compreendo a sua fé nas novas medicinas espirituais, mas se Deus também não tivesse capacitado esses anjos de jaleco branco, como que teríamos a cura de de tantos outros câncer [sic]?! Pensa!".

Desistir da quimioterapia pode facilitar metástase

Condenados pelos médicos, os métodos alternativos não têm nenhuma base científica que comprovem sua eficácia e, muitas vezes, podem até atrapalhar o tratamento convencional. "Fazer dietas enquanto estiver doente pode ocasionar em algum tipo de desnutrição que compromete o uso do medicamento quimioterápico", diz Felipe Cruz, coordenador do departamento de Oncologia do Instituto Brasileiro de Controle do Câncer.

O abandono da quimioterapia, no entanto, jamais é aconselhado. "Quando a doença é metastática para o fígado, ela é virtualmente incurável", diz Jorge Sabbaga, oncologista-clínico do Hospital Sírio-Libanês e do Icesp (Instituto do Câncer de São Paulo), referindo-se ao caso de Rezende. Mesmo em situações como essa, o profissional não recomenda que o paciente largue o tratamento, até porque os efeitos colaterais da quimio são mais controlados hoje em dia. "E os remédios dobram a expectativa de vida." Os métodos alternativos, entretanto, deixam a doença à deriva para avançar o quanto quiser. "Sem a quimio, o tumor segue seu curso natural e você não é capaz nem de controlar os sintomas nem de prolongar sua vida", diz Sabbaga.

Segundo Cruz, ao não receberem as substâncias da quimio, as células voltam a se replicar rapidamente, indo para outros órgãos que ainda não estavam acometidos. O médico ainda afirma que a interrupção do tratamento quimioterápico faz com que as células de câncer deixem de ser combatidas, se replicando de forma acelerada e podendo "levar o indivíduo à morte de maneira mais rápida".

Dieta cetogênica não é tratamento comprovadamente eficaz

Baseada na restrição de carboidratos, a dieta cetogênica é um regime alimentar que prevê um alto consumo de gordura e de proteína e uma baixa ingestão de carboidratos. Em 2008, publicações científicas estamparam a notícia de que esse tipo de dieta poderia ajudar no tratamento da epilepsia. Mais recentemente, no entanto, adeptos desse tipo de alimentação afirmam que diminuir os níveis de açúcar no sangue “mata” as células cancerígenas de fome e, por conta disso, o paciente é curado da doença. Contudo, nenhum dos seus usos tem eficácia comprovada.

“É fácil entender por que essa ideia é falha. Toda célula utiliza açúcar como fonte de energia, não só as cancerígenas”, diz Sabbaga. Rachel Riechelmann, membro da (SBOC) Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica, explica: “A cetogênica tira o açúcar de todas as células, inclusive as saudáveis que precisam de energia para combater o câncer. Na verdade, alimentar-se dessa forma pode piorar a doença.”

Segundo Rachel, não faz sentido optar por tratamentos alternativos quando há opções comprovadamente eficazes no mercado. “O câncer de Marcelo tem diversos tratamentos além da quimioterapia e tão eficientes quanto, como as drogas alvo-moleculares, radioterapia e imunomoduladores, que são mais leves, mas vão depender do grau de avanço do câncer e da necessidade de cada paciente. Se existe um investimento tão grande no mundo todo para desenvolver coisas que funcionam, por que fazer algo que não tem provas concretas? Não tratar é um desperdício.”
 

 

O segredo? Falar com DEUS. E saber esperar a resposta do PAI SOBERANO. A CURA está chegando.

Uma publicação compartilhada por Marcelo Rezende Corta Pra Mim (@marcelorezende.oficial)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

em

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Luiz Sperry
Cintia Cercato
Blog Bella Falconi
Blog do Prem Baba
do UOL
BBC
BBC
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Agência Estado
Agência Estado
Agência Estado
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Nutrição sem neura
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Adriana Vilarinho
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Estilo
BBC
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
BBC
Blog do Prem Baba
Blog Luiz Sperry
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
BBC
Topo