Vida saudável

6 soluções caseiras e práticas para evitar efeitos do tempo seco no corpo

Foto Marcelo D. Sants/FramePhoto
19.set.2017 - Pôr do sol na região da Pompeia, zona oeste de São Paulo: clima seco e forte camada de névoa encobre a cidade Imagem: Foto Marcelo D. Sants/FramePhoto

Gabriela Ingrid

Do UOL, em São Paulo

20/09/2017 04h20

A estação está sendo marcado pela forte estiagem na região centro-sul do Brasil, segundo dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). A OMS (Organização Mundial da Saúde) estabelece o nível acima de 60% de umidade como o de bem-estar para as pessoas, mas os níveis por aqui andam muito abaixo dessa escala. E as previsões não são boas: o tempo seco deve continuar em grande parte do país até o dia 25 de setembro.

Tem alguma dúvida sobre a saúde do seu corpo? Mande sua pergunta para o e-mail pergunteaovivabem@uol.com.br que nós encontraremos os melhores especialistas para respondê-la.

Enquanto isso, a população sofre com a garganta seca, tosse, catarro, olhos sem lubrificação e dor de cabeça --apenas alguns dos sintomas do tempo seco no corpo, sem falar nas doenças respiratórias como rinite e bronquite, que são agravadas nessa época do ano. Abaixo, veja seis táticas simples para amenizar os efeitos do clima do no corpo:

iStock
O umidificador resolve o problema de baixa umidade, mas com ressalvas Imagem: iStock

Soro fisiológico

Essa é uma boa alternativa para respirar melhor e hidratar as mucosas. Pode usar sem medo, de três a quatro vezes por dia, para hidratar o nariz.

Umidificador

A estratégia mais utilizada para evitar o tempo seco são os umidificadores. Eles ajudam pessoas mais sensíveis a respirarem melhor. Contudo, use apenas de três a quatro horas por dia, já que o excesso de umidade pode provocar o aparecimento de mofo e bolor no ambiente. E limpe-o toda semana, para evitar colonização por bactérias e fungos.

Baldes d'água e panos úmidos

Apesar de não ter a mesma eficácia do umidificador, colocar um balde d'água no ambiente ou pendurar uma toalha úmida na janela pode ser uma solução fácil e prática para quem não deseja gastar. A vantagem é que eles podem ser deixados no quarto durante a noite toda.

Beba muita água

O ideal é ingerir cerca de 1,5 a 2 litros de água por dia. Nos dias secos, é muito mais fácil se desidratar pela transpiração.

Pele hidratada

Para evitar a pele seca, prefira sabonetes líquidos em óleo e não deixe de passar hidratante no corpo, que ajudam a mantê-la hidratada. E nada de banhos quentes, já que água quente resseca mais a pele. A dermatite atópica, que tem causa na pele seca e provoca vermelhidão, coceira e descamação, deve ser tratada com produtos que mantêm a cútis hidratada. O óleo ozonizado, de coco e o de copaíba são algumas opções naturais.

Evite a exposição solar

É importante evitar atividades ao ar livre e exposição ao sol entre 10h e 16h em dias de muito sol e calor.

Fontes: Elnara Márcia Negri, pneumologista do Hospital Sírio-Libanês e Michele Haikal, dermatologista pela Faculdade de Medicina de Harvard.

O que a baixa umidade causa no corpo?

Com o tempo seco, o muco que cobre o sistema respiratório fica ressecado, diminuindo o mecanismo de defesa deixando o corpo mais propenso a infecções e à invasão de bactérias e vírus. Além disso, o clima ainda aumenta nossa perda de água pela respiração e transpiração. Fica mais fácil  desidratar.

Esse clima também deixa a pele e os olhos mais secos e aumenta o risco de conjuntivite e dermatites. Caso a baixa umidade persista pelo tempo de um mês, por exemplo, ocorre um aumento de uma secreção mais espessa de muco e, com isso, principalmente em crianças e idosos, há maior incidência de pneumonia, crises nas pessoas que sofrem de asma e ainda, em alguns casos, há riscos de infarto e angina para os cardiopatas, causados pelo acúmulo de poluentes na atmosfera. Além disso, há dores de cabeça e irritação nos olhos, nariz e garganta; rompimento de vasos do nariz, provocando sangramento e maior facilidade de se contrair conjuntivite viral, alérgica e síndrome do olho seco.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
Estilo
Estilo
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
Blog Bella Falconi
do UOL
Estilo
Blog Luiz Sperry
do UOL
Estilo
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Nutrição sem neura
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
BBC
Estilo
Estilo
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Prem Baba
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Bella Falconi
Blog Luiz Sperry
do UOL
BBC
BBC
BBC
do UOL
do UOL
Topo