Comportamento

Apesar das 800 mil vítimas por ano, suicídio ainda é tratado como piada

Divulgação/Netflix
Hannah (Katherine Langford) em cena de "13 Reasons Why", da Netflix Imagem: Divulgação/Netflix

Do UOL

25/09/2017 13h28

Embora o suicídio tenha ganhado destaque na mídia nos meses de abril e maio por conta da série “13 Reasons Why” (Os 13 Porquês em tradução livre) e do jogo online “Baleia Azul”, o assunto ainda é tratado como piada nas redes sociais e continua rodeado de tabus.

De acordo com uma pesquisa divulgada neste mês e desenvolvida pela agência de comunicação Nova/sb a partir da iniciativa Comunica que Muda, com uso da plataforma de monitoramento digital Torabit, um suicídio acontece no mundo a cada 40 segundos. São quase 800 mil vítimas por ano. Para cada caso, são pelo menos outras 20 tentativas. Ou seja, quase 20 milhões de pessoas podem não conseguir se matar, mas tentam. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% dos suicídios poderiam ser evitados.

Ainda segundo a OMS, a segunda maior causa de mortes evitáveis de jovens em todo o mundo, atrás apenas de acidentes de trânsito, e superando as vítimas de HIV ou da violência.

No Brasil, 32 pessoas tiram a própria vida por dia, ou uma a cada 45 minutos, o país é o oitavo no mundo com mais suicídios.

O estudo analisou mais de 1 milhão de posts entre abril e maio, publicados no Twitter (94,2%), Facebook (5%), YouTube e Instagram (0,8% somados juntos). Por conta do jogo e da série da Netflix, a maior parte dos comentários foi de citações e compartilhamentos (31,5%), seguidos por opiniões (28,3%). No entanto, em maio, com a diminuição da discussão, a maioria das menções foi de piadas, apesar da seriedade do tema, com 44,5%. Somando os dois períodos, as piadas ficaram na frente, com 34,2% do total.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
ANSA
BBC
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Pelado na ioga
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Agência Estado
Redação
Redação
Topo