Comportamento

7 sinais de que uma relação tem futuro

Getty Images
casal idoso de mãos dadas Imagem: Getty Images

Claudia Dias

Colaboração para o UOL

04/10/2017 04h00

Início de relação é aquela história: o encantamento é sempre intenso, com um alto grau de envolvimento. Parece tudo lindo, mas a verdade é que a paixão que toma conta do casal costuma ofuscar alguns detalhes importantes, que revelam se o relacionamento vai ter futuro - ou não. Se você está vivendo esse momento, especialistas recomendam observar os seguintes sinais para saber se esse caso vai vingar.

1. Você estava sozinha. E muito feliz!

Hora da autoavaliação: antes da outra pessoa entrar no seu coração, como você se encontrava: carente, à procura de alguém que deixasse seus dias mais animados, ou curtindo a melhor fase da sua vida, nada preocupada com um novo amor? Se faz parte do segundo grupo, as chances dessa nova relação prosperar são bem boas, pois você não está esperando que o outro traga alegria para seu dia a dia. "Só se alcança a felicidade a dois quando se é feliz sozinho", resume a psicóloga Denise Miranda de Figueiredo, do Instituto do Casal.

2. O papo flui que é uma maravilha

A atração inicial geralmente é física, mas é só com as primeiras conversas que vocês poderão confirmar esse interesse. "Se o outro não diz nada com que se tenha algum tipo de afinidade, a atração pode ir por água abaixo. Por mais que a pessoa seja linda fisicamente, se o papo não atrai, não vai sair dali", opina Sarah Lopes, psicóloga do Hapvida Saúde.

3. Você gosta de rock. Ele também.

Getty Images
Imagem: Getty Images

Os gostos do outro são importantíssimos. Uma pagodeira pode namorar um roqueiro? É claro! Vão viver para sempre em paz, apesar disso? Provavelmente, não. "Em algum momento, essas situações vão entrar em conflito e ter um peso maior do que deveriam dentro de uma relação, porque eventualmente um não vai querer abrir mão do seu gosto pelo outro. E nisso podem surgir as divergências", avisa Sarah. Detalhe: vale para ritmos de música, tipos de comida, estilo de viagem, gêneros de filmes e por aí vai… A lista é grande, não?

4. Vocês respeitam a individualidade

Se os dois conseguem dedicar atenção para o relacionamento, mas não deixam seus próprios gostos de lado, isto é um ótimo sinal de que o relacionamento pode dar certo. Tudo porque quem não abandona seus interesses pessoais tem mais chance de ser feliz ao lado de outra pessoa. "Lembre-se de que, para continuar sendo interessante, é necessário que você seja diferente do parceiro", diz Marina Simas de Lima, psicóloga do Instituto do Casal.

5. A verdade está sempre presente

A psicóloga Sarah lembra ser muito comum, no início da relação, as pessoas omitirem determinados pontos de vista pela "necessidade" de estar com o outro. "Em algum momento isso vai cair por terra. Não significa que precisa dizer tudo já no primeiro momento, pois vai acontecendo naturalmente, mas é importante que não omita determinado gostos, questões, princípios e valores que você têm em função do outro", frisa. Quando a verdade é muito presente, dificilmente esse casal terá problemas no futuro, pois um conhece bem o outro.

6. Não acreditam em pessoas perfeitas

No auge da paixão, vocês podem ter certeza de que tiraram a sorte grande e encontraram a tampa que encaixa redondamente na panela. Mas não deveriam pensar assim… Nem tudo é perfeito na vida e temos de nos ajustar a isso, inclusive aceitando as pessoas com suas diferenças. "Somos responsáveis por nossas escolhas, por fazermos escolhas mais adequadas em nossas vidas", comenta Denise Miranda de Figueiredo. O importante é fazer de tudo para que as coisas deem certo.

7. Os dois têm autoestima lá em cima

Dizem que os opostos se atraem e se complementam, mas isso está longe da verdade quando o assunto for autoestima. Um e outro precisam estar bem consigo mesmo antes de encararem uma relação, sem esperar que o parceiro fique levantando a bola e o astral o tempo todo. "Casais que pensam juntos constróem um acordo que vai contribuir para a qualidade da relação tanto afetiva, quanto sexual", pontua Marina Simas de Lima.
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
Bloomberg
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
EFE
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Agência Estado
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
do UOL
BBC
AFP
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo