Comportamento

Prazer a sós: 7 mulheres contam como gostam de curtir a masturbação

Getty Images
Imagem: Getty Images

Helena Bertho

do UOL

23/10/2017 04h00

Para sentir prazer, é preciso se conhecer. E para se conhecer, é preciso se tocar. Isso mesmo: se masturbar é parte essencial de uma vida sexual saudável. Mas será que basta mexer ma sua vagina para que seja bom? Ou é preciso um clima? Um estímulo externo? Conversamos com sete mulheres que toparam compartilhar um pouco de como vivem esse ritual tão íntimo e gostoso.

Veja também

Meu momento de me conectar comigo

"Teve um tempo em que não me masturbava, porque não estava bem comigo mesma. Agora estou recuperando minha autoestima e voltei a me tocar. Na maioria das vezes é no meu quarto. Como não moro sozinha, não tenho muita liberdade e precisa ser tudo silencioso. Uso mesmo é a minha imaginação e a concentração para ficar excitada, e minha mão ou um estimulador clitoriano para chegar ao orgasmo. É meu momento de me conectar comigo, onde eu me descubro, como realmente sinto prazer, para usar depois quando estiver com um parceiro. Além disso, é um ótimo relaxante para dormir". Alecsandra*, 32, enfermeira.

Faço toda noite e durmo melhor

"Tenho filhas, então meu ritual é basicamente esperar elas irem dormir. Daí eu coloco um vídeo ou filme pornô, mas isso é fase. Teve uma época em que o que me estimulava era imaginar histórias. Quando fico excitada, uso o vibrador e gozo muito rápido. Às vezes tão rápido, que é um problema. Até aprendi a usar sem deixar tocar diretamente no clitóris, para durar mais. Faço isso toda noite e durmo muito melhor. Quando pego no sono antes de me masturbar, acordo no meio da madrugada excitada. Acho que sou um pouco viciada. Mas acho que isso me dá poder também, sou eu cuidando da minha satisfação". Julia*, 39, empresária.

Tenho uma embalagem de desodorante que é maravilhosa

"Lembro de fazer isso desde cedo, mesmo quando tinha parceiros, não parava. Acho que isso foi essencial para eu conhecer meu corpo. Atualmente, como estou na menopausa, faço bem menos, mas ainda me masturbo. Prefiro fazer no banheiro, enquanto meus filhos dormem. Vejo vídeos, meu celular está cheio deles. Gosto daqueles que têm mulheres fazendo sexo oral em outras mulheres, na maioria das vezes, e me toco com as mãos. Mas também gosto de usar uma embalagem de desodorante roll-on, cuja tampa é redonda e é maravilhosa para me estimular". Gleice*, 55, jornalista.

Faço porque preciso gozar

"Tenho namorado e me masturbo toda semana. Gosto de fazer no meu quarto e imagino algum momento de sexo que foi bom, ou vejo um vídeo na internet. Gozo usando a minha mão e muitas vezes gosto de gravar para mandar para o meu namorado. Para mim, a masturbação é uma necessidade fisiológica, vontade de gozar, quando não tenho meu parceiro por perto para resolver". Josi*, advogada, 37.

Crio situações eróticas na minha cabeça

Acho gostoso imaginar histórias, criar situações na minha cabeça. Quase sempre me imagino com pessoas que conheço, em alguma situação bem erótica e, na maioria das vezes, proibida, já que sou comprometida. Raramente fantasio com meu namorado. Mas depois que uso a imaginação para ficar excitada, gosto de me deitar de barriga para baixo e me esfregar na cama. É o jeito mais prático e rápido de gozar. Só quando quero demorar mais, curtir por mais tempo, uso a mão ou um vibrador". Naiara*, 29, cineasta.

Gosto de contos picantes e proibidos

"Adoro ler contos eróticos, bem picantes e proibidos. Fico no meu quarto, em silêncio, enquanto leio e uso minhas mãos para me dar prazer. Estou em um relacionamento de 12 anos e ler os contos e me tocar foi como encontrei mais vontade para o sexo. Quando tenho esses momentos meus, fico mais excitada depois com meu marido. Mas ele não sabe que leio contos, apenas que me masturbo, inclusive pede para ver às vezes". Eliana*, 32 anos, representante comercial.

Me ajuda a desestressar

"A masturbação é para mim uma válvula de escape, faço isso para desestressar, acalmar depois de um dia ruim. Às vezes também saio com algum cara e não rola nada, daí o jeito é ficar comigo mesma. Então faço isso no meu quarto, vendo algum vídeo para estimular ou lendo um conto. Mas é algo simples e direto, uso a minha mão e basta para conseguir gozar". Raquel, 34, escrivã de polícia.

Gosto de ter tempo e ir me excitando devagar

"Quando não tenho tempo e quero gozar rápido, vejo algum vídeo pornô. Gosto dos amadores, que são mais realistas. O que prefiro fazer é sem ver nada, com bastante tempo, para ir me estimulando com o vibrador ou a mão bem devagar, até vir a excitação naturalmente, pelo estímulo físico. Às vezes coloco música, algum som que me lembre uma situação ou a pessoa em quem estou pensando". Maria*, 28, arquiteta.

*As entrevistadas pediram que sua identidade fosse preservada

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Agência Estado
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Comportamento
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
BBC
do UOL
BBC
AFP
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
ANSA
BBC
Blog do Fred Mattos
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Topo