Gravidez e filhos

Kim Kardashian explica ausência da barriga de aluguel em seu chá de bebê

Getty Images
Kim Kardashian Imagem: Getty Images

do UOL, em São Paulo

18/11/2017 14h10

Já não é mais segredo que a socialite norte-americana Kim Kardashian tenha optado por uma barriga de aluguel para dar à luz seu terceiro filho. Porém, apesar de a notícia já ter corrido o mundo, ela ainda não foi dada aos dois primeiros herdeiros da família, North, 4, e Saint West, 1, fruto do relacionamento com o rapper Kanye West. E foi essa a explicação dada por ela após ser questionada sobre a ausência da barriga de aluguel no chá de bebê realizado na última semana.

Em entrevista ao programa "The Real", Kim acrescentou ter sido uma "decisão estranha" a opção por não convidá-la. "Eu havia apresentado ela para minha família na manhã daquele sábado", disse. "Claro que eu gostaria de vê-la presente e fazendo parte daquilo, só que eu não havia explicado tudo às crianças ainda. Preciso resolver isso antes de eles a verem e, então, celebrar o bebê."

Na sequência, Kim fez questão de dizer que não existe nenhum problema entre as duas. "Eu a amo. Tenho a melhor relação possível com minha barriga de aluguel. Ela é muito legal. É a pessoa perfeita para fazer isso pela minha família. É maravilhosa."

A moça está gestando de uma menina que entrará em breve para o clã Kardashian. A opção pela barriga de aluguel aconteceu depois de a socialite ter enfrentado sérios riscos de vida na segunda gestação. Kim sofreu de placenta acreta, uma complicação que provoca adesão da placenta ao útero.

Ainda durante a entrevista, Kim explicou como se deu a escolha da barriga de aluguel. "É possível fazer isso de forma anônima, mas pensei bem. Seja lá quem fosse carregar o meu bebê, ela poderia não ser fã minha e do meu marido e não desejar gerar um filho nosso. Por isso, queria dar a ela essa escolha. Queria que ela ficasse orgulhosa no mesmo nível que a gente. Queria manter uma relação com ela. A escolhida foi alguém que tinha assistido ao nosso programa. Não era superfã ou alguém que ficaria desconfortável, mas tinha acompanhado minha batalha e visto o quão aberta eu estava. Ela ficou muito orgulhosa e animada em fazer isso por nós."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
EFE
Blog Lado B
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo