Gravidez e filhos

Mãe tem parto apressado de 6º filho em corredor de hospital. Veja imagens:

do UOL, em São Paulo

06/02/2018 09h41

A americana Jessica Wright Hogan já era mãe de cinco meninas quando se viu grávida de Max, seu primeiro menino.

No entanto, a gravidez dele se mostrou um tanto "imprevisível", como contou à fotógrafa Tammy Karin — responsável por registrar seu parto no meio do corredor de um hospital no estado do Kansas.

Veja também

Ao site Little Leapling Photography, mantido pela profissional, Jessica explicou que até a 37ª semana, a gravidez do filho foi bem mais tranquila do que suas gestações anteriores. Ao entrar em trabalho de parto, no dia 19 de julho de 2017, a mãe foi ao hospital por volta das 5h da manhã, quando estava com contrações a cada 3 minutos e três centímetros de dilatação.

"Achamos que estávamos nos estágios iniciais de receber o último bebê da nossa família", afirmou. Por isso, ela e o marido decidiram voltar para casa após quatro horas, quando suas contrações se tornaram mais espaçadas, para prosseguir com o plano de um parto natural domiciliar.

Jessica passou os cinco dias seguintes em casa, caminhando e brincando com as filhas. "Todas as noites eu sentia contrações periódicas que não me deixavam dormir, mas estava perdendo a fé na minha habilidade de dizer quando eu realmente estava em trabalho de parto, perdendo a fé de que meu corpo soubesse o que estava fazendo".

Até que, na noite do dia 23, ela disse ao marido que as contrações estavam mais fortes, mas que ela achava que não seriam suficientes para dar à luz. Jessica temia ter que induzir o parto do filho. No entanto, o ritmo tranquilo da chegada de Max se aceleraria rapidamente.

Às 3h da manhã do dia 24, a mãe acordou no meio da noite com uma forte contração. Ela acordou o marido, Travis, pediu ajuda a ele para sair da cama e a bolsa se rompeu. Ali, os dois mudaram de ideia e decidiram correr a um hospital; o que Travis garantiu que seria possível.

Ambos saíram correndo e Jessica enviou uma mensagem para Tammy, pedindo que a fotógrafa a encontrasse no hospital. Ela conta que, 25 minutos depois, ao chegar lá, pensava: "Deus, ele já está aqui".

"Comecei a tirar a calça porque podia sentir meu corpo empurrando a cabeça do bebê para fora. Abaixei minha mão e senti a cabeça saindo. Olhei para o meu marido e disse: 'Travis, pegue-o!'". As enfermeiras do local correram para ajudá-la a se deitar e, assim, o corpo do bebê finalmente passou pelo canal vaginal.

Assim, Jessica deu à luz o filho Maxwell Alexander, hoje com pouco mais de 6 meses, no corredor do Pronto-socorro do Via Christi Hospital, na cidade de Manhattan. Veja como está o bebê hoje:

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Lado B
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Lado B
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo