Beleza

Hidratar o cabelo durante o exercício é nova onda, veja como fazer o ritual

Reprodução/Instagram
Didi Wagner besunta os cabelos com creme antes de ir à academia Imagem: Reprodução/Instagram

Paula Roschel

Colaboração para o UOL

31/01/2018 04h00

A hora dos exercícios pode se transformar numa bela chance para fazer do coque um casulo perfeito para produtos de hidratação dos fios. A técnica tem, inclusive, respaldo de especialista: “A academia é um momento propício para tratar dos cabelos, por causa do tempo de pausa do cosmético nos fios", explica a tricologista Ana Carina Bertin.

A médica recomenda o uso de máscaras, cremes, óleos e tônicos de couro cabeludo. "A aplicação de lipídio, como creme com emoliência, máscara, condicionador ou leave-in, blinda um pouquinho o couro cabeludo do suor”, completa. Basta aplicar os produtos, prender os cabelos e lavá-los após o exercício.

Esse ritual tem conquistado inclusive famosas, entre elas a apresentadora Didi Wagner: "Como meus cabelos são mais ressecados por conta do reflexo que faço há muitos anos, procuro maneiras práticas de aplicar hidratação no meu dia a dia. E uma das coisas que costumo fazer é passar um creme nos cabelos antes da ginástica. Deixo agir durante o treino e depois lavo com xampu e condicionador. Sinto efeito imediato da hidratação dos fios logo ao sair do banho", garante.

Veja também:

Produtos ajudam a blindar a raiz

Aplicar cosméticos também ajuda a minimizar os danos do suor no couro cabeludo e nos fios: “O protetor seria, idealmente, uma máscara ou um óleo de proteção. Pode-se trabalhar, por exemplo, com óleos com características terapêuticas, calmantes, para diminuir caspa ou oleosidade”, indica Ana Carina Bertin. A lavagem após o uso do óleo, entretanto, precisa ser feita com um pouco mais de vigor -- com dois ou três xampus.

Cuidado com elásticos muito apertados 

“O ideal é prender o cabelo de maneira que não haja muito dano ao fio e ao couro cabeludo. Usar elásticos muito apertados aumenta a fricção, induzindo à quebra. Além disso, não se deve tracionar os cabelos excessivamente. A força de maneira exagerada leva, com o tempo, a um quadro conhecido como alopecia de tração. Em casos crônicos, a alopecia de tração pode não ser completamente reversível”, pontua Rodrigo Pirmez.

Reforce os cuidados para se exercitar ao ar livre e na água

O dermatologista André Braz indica medidas para deixar as mechas com saúde em esportes aquáticos: “Nos exercícios em piscina, aplicar cremes específicos para os fios antes de entrar na água ajuda a prevenir o ressecamento. Vale também usar toucas de silicone, que reduzirão o contato. Esses mesmos cuidados evitam que cabelos loiros fiquem esverdeados.” Para quem gosta de se exercitar ao ar livre, o uso de proteção física, como boné ou chapéu, é recomendada pelo médico -- com ou sem creme.

Lavar os cabelos após o treino é essencial

Não passou creme para fazer exercícios, mas transpirou e ficou com preguiça de lavar os cabelos? Isso pode prejudicar intensamente os fios, pois o suor em excesso sensibiliza e acelera o processo de envelhecimento: “O suor em excesso gera um processo oxidativo e envelhece todas as células da região -- de cabelo, folículo piloso, fibra capilar ou do couro cabeludo. Então quando acontece esse processo, o cabelo vai ficando mais fraco, sem brilho e sem viço”, alerta Ana Carina Bertin.

“Se a atividade é frequente, é interessante enxaguar os cabelos apenas com água após o treino, para remover o suor que se acumula entre as lavagens. Em cabelos ressecados e naturalmente frágeis, como os enrolados, pode-se usar condicionadores após cada enxágue”, esclarece Rodrigo Pirmez, dermatologista da clínica André Braz, do Rio de Janeiro.

Seque sempre os fios, principalmente à noite

Se lavar o cabelo no pós-treino é essencial, secá-lo também se faz muito necessário, ainda mais se sua atividade física acontecer no período noturno: “Os fios úmidos ficam frágeis e quebram mais em contato com o travesseiro. Além disso, dormir com cabelo molhado favorece o aparecimento da caspa e acelera a queda capilar”, explica Thais Pepe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
Blog do Rodrigo Cintra
UOL Mulher - Beleza
do UOL
do UOL
do UOL
Tudo Beleza
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
Blog da Sah Oliveira
Beleza
do UOL
do UOL
Blog do Rodrigo Cintra
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog da Sah Oliveira
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog do Rodrigo Cintra
do UOL
do UOL
do UOL
Redação
do UOL
do UOL
do UOL
UOL Estilo
do UOL
do UOL
Blog da Sah Oliveira
Beleza
Redação
do UOL
do UOL
Topo