Comportamento

9 jeitos de driblar a sofrência em um trabalho que não faz você feliz

Getty Images
Está infeliz no trabalho? Imagem: Getty Images

Heloísa Noronha

Colaboração para o UOL

29/07/2017 04h00

Suportar um emprego infernal enquanto busca uma oportunidade melhor pode parecer uma tortura. Com algumas atitudes simples, porém, é possível transformar uma rotina martirizante em um cotidiano menos estressante. Confira algumas dicas:

1. Encontre uma espécie de mentor

Pode ser um amigo, um ex-colega de trabalho, um professor ou um antigo chefe, tanto faz. Se você tiver condições, pode fazer sessões de terapia ou coach de carreira. Não importa. O fundamental é buscar apoio em uma pessoa que, se possível, não trabalhe com você, mas que tenha experiência e maturidade para analisar sua situação através de outras lentes. Dividir o que está passando com alguém de sua confiança e imparcial ajuda a aliviar a pressão e, quem sabe, incentivar novas ideias para o futuro.

2. Descubra o que incomoda mais

Como diz um velho ditado, é preciso saber exatamente onde aperta o calo. Qual é, de fato, o fator mais desagradável do seu trabalho? O salário, as cobranças, o temperamento do chefe ou o convívio com colegas? Faça uma lista e avalie quais são as circunstâncias com as quais consegue conviver e qual delas, de fato, torna sua rotina na empresa um fardo quase insuportável. Ao concluir qual é a situação mais difícil, elabore estratégias sobre o que pode e/ou deve fazer a curto, médio e longo prazo para lidar melhor com ela.

Getty Images
Imagem: Getty Images
3. Valorize o lado positivo

Algumas vezes nos sentimos infelizes com o trabalho porque damos maior atenção aos aspectos negativos dele. Mude o seu modo de pensar e enumere não só a parte boa, mas o que ele traz de bacana para a sua vida, como colegas interessantes ou o dinheiro que precisa para comprar um apartamento ou pagar as contas.

4. Aposte nos cursos certos

Dez entre dez consultores de carreira recomendam o investimento em aprendizado como o passo número 1 rumo ao sucesso profissional. Porém, nem sempre cursos, workshops e palestras dão resultados imediatos. Que tal buscar atividades que estimulem a reflexão e a autocrítica, mesmo que, num primeiro olhar, pareçam pouco úteis? Mais do que ampliar seus conhecimentos técnicos, a ideia é criar as condições necessárias para que você tenha novas ideias e, assim, reflita sobre o que pode fazer para modificar aquilo que incomoda.

5. Medite

Nem que seja durante alguns minutinhos por dia, meditar ajuda a enfrentar com mais paciência as situações da vida diária, permitindo enxergar as coisas como elas realmente são. Você pode meditar na sua mesa, mesmo, ou encontrar um canto tranquilo do escritório para isso. Se não conseguir esvaziar a mente e relaxar, pode recorrer ao auxílio de aplicativos disponíveis para baixar no celular (Zen, Smiling Mind e Medita são alguns bons exemplos) ou de vídeos de meditação guiada no YouTube. 

6. Avalie se pode fazer ajustes

Em vez de sair à caça de um novo emprego, pense se consegue realizar pequenas mudanças no trabalho, como trocar de equipe, departamento ou horário. Mudar a disposição dos objetos da sua mesa, organizar seu armário de forma diferente ou se mudar para um canto da sala perto de uma janela são atitudes que afetam seu humor positivamente, alterando a maneira com que enxerga o cotidiano. Até mesmo se vestir de modo mais confortável para cumprir o expediente pode produzir mais energia e bem-estar.

Getty Images
Imagem: Getty Images
7. Visualize o futuro

Onde você se vê daqui a um, dois ou cinco anos? Essa pergunta um tanto clichê pode oferecer a motivação que você tanto precisa para aturar a sofrência atual. Visualize o que deseja, em detalhes: seu visual, a roupa que está usando, as características do ambiente que está, as funções que quer desempenhar, o que diz etc. Não conseguimos realizar o que não conseguimos ver. A visão cria, dá forma e incentivo ao sonho.

8. Saia do papel de vítima

Enquanto você se ocupar apenas de reclamar, nada vai acontecer. Tome as rédeas de sua vida e assuma seu protagonismo. Lembre-se: a insatisfação é sua. Por mais que chefes e colegas possam causar problemas, é você quem deve resolvê-los. Você não tem o poder de mudar as pessoas, mas pode mudar a maneira como lida com elas. O que você sente nem sempre o outro sentirá igual. Sua percepção deve se concentrar nos fatos e nas estratégias que vai traçar para driblar as circunstâncias.

9. Não leve tudo tão a sério

Entenda o trabalho como um meio e não como o fim de tudo. Ele é apenas uma das suas necessidades de vida. Dedique seu tempo e energia também com família, espiritualidade, amor, saúde, amigos, diversão, hobbies, conhecimentos... Ao investir em outros campos da sua rotina, você tem mais chances de encontrar satisfação e compensar a fase profissional complicada.

FONTES: Alexandre Prado, coach, especialista em finanças e presidente da consultoria Núcleo Expansão, do Rio de Janeiro (RJ); Andrea Deis, gestora empresarial pela FGV (Fundação Getúlio Vargas), pedagoga e master coach; Claudia Melo, psicóloga; Deborah Toschi, sócia-diretora da CAPIO Desenvolvimento Humano, de São Paulo (SP); Luciano Vilaça, psicoterapeuta, coach e fundador da Smart Coaching, do Rio de Janeiro (RJ); Silvio Celestino, sócio-fundador da Alliance Coaching, de São Paulo (SP), e Wiwi Parra, psicóloga organizacional

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Redação
Redação
"Fui marmita de traficante"
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Blog do Fred Mattos
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Astrologia S/A
do UOL
Redação
Redação
Redação
BBC
Blog da Morango
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
BBC
Topo