Comportamento

Levar trabalho para casa já virou rotina? 8 dicas para sair dessa

Getty Images
Imagem: Getty Images

Gabriela Guimarães e Veridiana Mercatelli

Colaboração para o UOL

01/11/2017 04h00

Má administração do tempo, alta demanda, centralização de tarefas, preocupação em “mostrar serviço”… São diversos os motivos pelos quais, muitas vezes, levamos trabalho para casa, onde, em tese, deveríamos relaxar. O problema de fazer do lar uma extensão do escritório é que acabamos prejudicando a vida pessoal, bem como a saúde -- por conta do estresse e da privação de descanso. Estabelecer um limite para separar a vida pessoal da profissional é, portanto, uma medida protetora e saudável. Veja 8 sugestões que podem ajudá-lo a chegar lá.

Veja também

Alinhe suas tarefas com o chefe

Se você acha que o volume de trabalho não cabe nas horas do seu expediente e não tem a menor ideia do que é mais ou menos importante, pergunte ao seu superior. Defina, junto com ele, o que realmente é urgente, o que pode ser postergado e até o que pode delegar. Isso demonstrará profissionalismo e não falta de comprometimento da sua parte.

Faça planos

A agenda é a sua maior aliada. Procure fazer uma programação semanal com as tarefas pontuais mais importantes, mas lembre-se de separar, também, um tempo para ler e-mails, participar de reuniões etc. Faça anotações, listas de pendências e de urgências. Assim, você conseguirá visualizar a quantidade de coisas a resolver a cada dia, bem como as prioridades. O planejamento é a chave para gerenciar a vida profissional e permitirá que você antecipe problemas e contorne imprevistos com mais facilidade.

Administre melhor seu tempo

Perceba o que tem tirado seu foco e energia. São as redes sociais? Os almoços longos demais? As diversas pausas para o café e as conversas no corredor? A partir dessa autoanálise, você terá chance de ajustar o que for necessário, para fazer as horas de trabalho renderem mais.

Faça pausas

Você pode render mais se fizer pequenas pausas durante o dia e, nesse intervalo, investir em coisas agradáveis. Só não fique muito tempo longe da mesa, planeje, no máximo, 10 minutos de descanso para comer algo, interagir em grupo de amigos no WhatsApp ou simplesmente admirar a paisagem.

Apresente alternativas

Ao perceber que está com dificuldade de terminar suas atividades durante o expediente, seja pela demanda excessiva de tarefas ou outros fatores, vale a pena conversar com o seu gestor. Mas, ao mesmo tempo que reporta o problema, leve uma alternativa de solução. Assim, vai causar uma impressão positiva. Você pode, por exemplo, sugerir novos processos para que o trabalho flua melhor e você não tenha que assumir a responsabilidade de colaboradores de outras áreas ou até da própria equipe. Faça isso sem dar destaque aos colegas e, sim, aos procedimentos.

Aprenda a dizer não

É difícil? Claro que é. A gente quer ser bacana com o colega, com o chefe, com todo mundo. Mas ao chamar para você as demandas que não são suas, você automaticamente tira o foco das suas reais responsabilidades e pode se prejudicar bastante com isso. Sua vida pessoal, por consequência, também será abalada. Dizer não é, portanto, um exercício importante, que precisa ser praticado, ainda mais quando o volume de tarefas está insano. Uma coisa é certa: você não vai perder amigos no trabalho por causa disso, nem prejudicar sua imagem. Basta ser sincero e avisar que já está ocupado demais com suas próprias entregas.

Use dois celulares ou duas contas em um mesmo celular

Essa é uma alternativa para separar os dois mundos e, na hora do descanso, desligar-se das atividades profissionais. Convém checar as mensagens do trabalho em ocasiões mais críticas ou quando solicitado pelo gestor. Mas isso não deve fazer parte da sua rotina.

Desligue-se do escritório ao sair dele

Levar trabalho para casa, mesmo sem necessidade, já virou um hábito? Além de seguir as dicas anteriores, procure alternativas para relaxar e ter prazer ao chegar em casa. Assim, vai criar um novo condicionamento: o de abrir a porta e se desligar completamente da vida profissional, aproveitando um lazer de qualidade. A sua produtividade no trabalho vai melhorar muito se você insistir nesse ponto.

FONTES: Roberta Omeltech, graduada em gestão comercial e gestão de pessoas. Marco A. Oliveira, consultor de empresas e counselor para temas de Educação Profissional e Corporativa. Raphael Andrade, empreendedor e administrador de empresas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Blog do Fred Mattos
Blog da Morango
Redação
do UOL
Redação
BBC
Redação
do UOL
Redação
Redação
Redação
Redação
Blog da Ísis
Redação
Blog da Morango
Redação
BBC
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
BBC
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Redação
ANSA
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
Redação
do UOL
Redação
Blog do Fred Mattos
Blog da Morango
Topo