Gravidez e filhos

Seios rachados ao amamentar? Laser usado por famosa promete cura rápida

Amanda Serra

Do UOL, em São Paulo

20/01/2018 13h33

Uma semana após dar à luz Linda, a ex-BBB Adriana Sant'Anna chamou a atenção dos seus seguidores ao publicar alguns vídeos em que aparece fazendo tratamento com laser para os seios com fissura mamária, algo comum durante a amamentação. Na primeira gravidez, Adriana chegou a compartilhar fotos de seus mamilos sangrando ao dar de mama para o primeiro filho, Rodrigo. 

Tecnologia nova no mercado, o laser de baixa intensidade é aprovado por dermatologistas. O valor de cada sessão varia de R$ 150 a R$ 400, dependendo do profissional. O tempo de resposta do método costuma ser de três a dez dias. Muito mais rápido do que o efeito de cremes cicatrizantes, como a lanolina.

Veja também

De acordo com um estudo da Universidade Federal de Minas Gerais, a fototerapia, seja com laser ou LED, tornou-se um tratamento eficaz e ágil para promover cicatrização de feridas na pele, até mesmo em machucados maiores como, por exemplo, na perna.

Médico dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia, André Piancastelli, um dos autores da pesquisa publicada na revista “LED”, explica que a luz vermelha de baixa intensidade tem efeito anti-inflamatório o que melhora a dor, além de provocar um acrescimento do colágeno e diminuir as rachaduras nos mamilos.

“Nós, seres humanos, somos permeáveis a luz e certos comprimentos de onda conseguem atravessar a pele e estimular componentes genéticos a produzirem novas células para que a pele cicatrize. O laser de baixa intensidade faz com que os vasos sanguíneos aumentem e isso é exatamente o que precisamos para cicatrização”, explica André.

Consultora em amamentação e em laserterapeuta, Renata Camarini é a responsável pelo tratamento de Adriana Sant'Anna. Segundo a profissional especializada em Baby Planner, é possível realizar uma sessão e amamentar logo em seguida sem prejudicar a mãe ou a criança.

“Presto consultoria para cerca de cinco mães por dia e as principais dúvidas estão relacionadas à ‘pega’ (maneira como o bebê mama) e ao leite empedrado. Por que o nenê mama tanto? Quanto tempo ele deve ficar em cada mama? São outros questionamentos comuns”, conta ela, que iniciou no ramo após suas duas gestações em que passou ilesa pelas fissuras.

Abaixo, André e Renata explicam o que as lactantes precisam saber sobre o tratamento:

  • O laser de baixa intensidade, de luz vermelha não interfere no aumento ou na diminuição do leite
  • Não há contraindicação para a mãe ou para o bebê e pode ser usado em grávidas. “Não tem radiação, apenas luz visível”, afirma Piancastelli
  • Pessoas com marca-passo, histórico de câncer e glaucoma não podem usar
  • Se a mama estiver com infecção, o laser não funciona. Primeiro é preciso tratar com antibiótico, interrompendo assim a amamentação, e só depois usar o laser para ajudar no processo de cicatrização
  • Importante que seja aplicado por um profissional certificado, de preferência um dermatologista e que a paciente use óculos de proteção
  • O procedimento não causa dor, pois não gera calor. É indolor, traz alívio imediato e é seguro
  • É preciso ter um acompanhamento para ver se a cicatrização está ocorrendo como o esperado. Caso ocorra uma infecção secundária, o processo pode demorar

Quantas sessões são necessárias?

  • De 2 a 3 vezes por semana é o ideal

Quanto tempo dura o tratamento?

  • Em média, três semanas já são suficientes

Fiz o tratamento. Não terei novas fissuras ou sangramento nos mamilos?

  • Não. O laser não é preventivo. Se a ‘pega’ não for correta, a fissura voltará e as feridas não cessarão.

Preparativos

  • O ideal é que as futuras mães façam prevenção para evitar as rachaduras. É indicado aplicar lanolina e expor os seios aos raios solares antes do nascimento do bebê. Isso ajuda a preparar os mamilos para a amamentação.
     

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Lado B
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
BBC
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Blog Lado B
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo